Anuncie

Anuncie

Força Tarefa em prol do combate à criminalidade: PRF, PF, Polícia Civil e Militar prendem integrantes de quadrilha responsável por explosões em três agências bancárias da Bahia

O bando de criminosos é acusado de explodir bancos na cidade de Correntina (BA). Com eles, além de farto material bélico, as equipes recuperaram três veículos que estavam servindo de apoio para a quadrilha e, ainda, R$ 315.796,00, em espécie.
:

Visando coibir a sequência de crimes contra instituições financeiras, foi criado uma força tarefa com a participação da Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar da Bahia (PM), Polícia Federal (PF) e Polícia Civil (PC), que em conjunto deflagraram no último dia 16 de Abril a Operação Aerarium.

O objetivo principal é promover, através de ações de inteligência e direcionamento de esforços operacionais, patrulhamento preventivo e ostensivo, em horários e locais críticos, e com grande incidência criminosa.

Já no primeiro dia do cerco (07), após a quadrilha assaltar três agências bancárias em Correntina(BA), com utilização de explosivos e armamento de grande poder bélico, as equipes policiais se articularam, estrategicamente, em toda a região afetada, e conseguiram recuperar, no município de Maracas, três veículos utilizados no crime, vindo a prender parte dos criminosos.

No confronto com as forças de segurança, em Maracas/Ba, dois integrantes da quadrilha foram presos e cinco morreram, além de ser recuperado R$ 288.000,00 (duzentos e oitenta e oito mil reais), produto do assalto às instituições financeiras.

Também houve confronto armado em Serra do Ramalho/BA, resultando na morte de mais dois integrantes da quadrilha e na prisão de mais duas pessoas.

Com a Operação Aerarium, até ontem (14), houve 09 (nove) prisões e 08 (oito) assaltantes foram mortos. Foram apreendidas 15 (quinze) armas de fogo, 863 (oitocentos e sessenta e três) munições de diversos calibres, 07 (sete) veículos automotores, 12 (doze) quilos de maconha, 02 (dois) quilos de cocaína, além de ter sido recuperado R$ 315.796,00 (trezentos e quinze mil, setecentos e noventa e seis reais).

A PRF ressalta que, operações integradas com diversas forças de segurança são de extrema importância para combater à criminalidade, salvaguardar vidas e garantir o direito de ir e vir da população.



Fonte: PRF

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.