Anuncie

Anuncie

Bolsonaristas e esquerda disputam vaga no 2º turno em SP e Rio

O primeiro turno das eleições municipais é domingo e, nas duas maiores cidades do país, a disputa para estar no segundo turno será voto a voto. A rodada de pesquisas divulgada pelo Ibope, ontem, mostra que o prefeito Bruno Covas (PSDB) ampliou a vantagem, chegando a 32%, enquanto Guilherme Boulos (PSOL), com 13%, ultrapassou numericamente Celso Russomano (Republicanos), com 12%, embora estejam tecnicamente empatados ainda com Márcio França (PSB), com 10%. (Ibope)

Quem também se mantém isolado na liderança, agora no Rio de Janeiro, é o ex-prefeito Eduardo Paes (DEM), com 33%. Marcelo Crivella (Republicanos), que tenta a reeleição, passou de 14% para 15%, abrindo um ponto de vantagem sobre a Delegada Martha Rocha (PDT). (Ibope)

Com seus candidatos (Russomano e Crivella) em posição insegura nas duas capitais, o presidente Jair Bolsonaro deve iniciar uma maratona de lives eleitorais. Além dos aliados em Rio e São Paulo, ele mira os municípios do Nordeste, onde o auxílio emergencial durante a pandemia turbinou sua popularidade. (UOL)

Analistas acreditam que o resultado da eleição possa mudar alguns nomes na Esplanada dos Ministérios. Caso os partidos do Centrão ampliem suas bases municipais, devem querer mais espaço no governo. (Correio Braziliense)

Embora tenha perdido um ponto percentual, o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD) segue, segundo o Ibope, rumo à reeleição no primeiro turno com 62% das intenções de voto. Seu adversário mais próximo, João Vitor Xavier (Cidadania) tem 7%, seguido de Ana Carolina (PSOL), com 5%. Ambos, porém, estão abaixo dos 9% que declararam voto banco ou nulo. (Ibope)

E no Recife o Ibope aponta segundo turno entre os primos João Campos (PSB), com 31%, e Marília Arraes (PT), com 21%, embora Marília esteja em empate técnico quase no limite da margem de erro com Mendonça Filho (DEM), que tem 17%. (Ibope)

Fonte: Meio

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.