Anuncie

Anuncie

Prefeitura de São Desidério mantém apoio aos pequenos produtores com a compra de produtos para doar para famílias carentes durante a pandemia


Com o objetivo de reduzir os efeitos econômicos relacionados à pandemia do Coronavírus (COVID-19) no município de São Desidério, a Prefeitura Municipal adotou como medida econômica a aquisição de produtos de feirantes e pequenos produtores da Agricultura Familiar com produção própria e que já estão cadastrados no Programa de Aquisição de Alimentos (PAA).

Na manhã desta segunda-feira 22 de junho, foi realizada mais uma entrega de cestas às famílias inscritas no Programa Prato Cheio, executado pela Secretaria Municipal de Assistência Social (SAS). São 119 famílias carentes da sede beneficiadas com a entrega dos produtos da agricultura familiar. Os alimentos são comprados de uma associação e de cinco produtores rurais inscritos no PAA, que é executado pela Secretaria Municipal de Agricultura e Desenvolvimento Econômico (SEAGRI). Nesses últimos dois meses já foram comprados 1.487,5 quilos e 4.165 unidades de alimentos, o que totaliza um valor de R$23.000,00 reais que vão direto para a renda familiar dos produtores.


Para o agricultor Ademilton José de Oliveira, da comunidade de Samambaia, essa medida econômica é valiosa. “Nós da Associação de Produtores de Samambaia agradecemos a essa gestão, pelo apoio que nos tem dado, comprando nossos produtos para as cestas básicas. Ficamos gratos com esse incentivo, que tanto nos ajuda e também ajuda as pessoas carentes contempladas”, relatou o agricultor rural.



São distribuídas cestas de alimentos contendo alface, cheiro verde, couve, rúcula, tomate, mandioca, banana, mamão, laranja, abóbora, cenoura, beterraba e entre outros itens. “O programa beneficia o produtor rural, mas também quem recebe os alimentos, pois garante uma alimentação saudável e serve de complemento nutricional. É uma satisfação ver que esta ação tem dado certo e, mais ainda, ajudado quem mais precisa”, disse a secretária de Agricultura, Patrícia Rocha.

Fonte: Ascom SD

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.