Anuncie

Anuncie

Festejos de Santo Reis dão início ao calendário cultural de São Desidério


Para dar início ao calendário cultural do município de São Desidério, durante todo o dia 06 de janeiro, fieis e devotos de vários povoados e da sede do município celebram a festividade de Santo Reis. A tradição tem origem nas manifestações da Igreja Católica que rememora o dia em que Jesus Cristo, recém-nascido, recebeu a visita de três Reis Magos (Belchior, Gaspar e Baltazar).


“Nessa data celebramos a visita dos três reis magos, que viram uma estrela no Oriente e foram guiados por um longo caminho até Jesus levando presentes ouro, incenso e mirra. Movidos pela fé, ao mesmo tempo em que os reis procuravam onde estava o menino, anunciavam a boa nova de seu nascimento”, explica o vigário Pe. Paulo Sérgio.
Com o passar do tempo a tradição se tornou uma das manifestações culturais mais conhecidas. Na casa do devoto da folia de Santo Reis, Leonízio de Jesus, conhecido por Di do Samba, a tradição existe há aproximadamente 40 anos. Primeiro é servido um almoço aos participantes e em seguida a reza. As comemorações finalizam à tarde quando os foliões participam de uma roda de samba.


“Ainda menino já participava dessa tradição. Quando minha esposa ficou muito doente fiz a promessa e alcancei a graça em louvor a Santo Reis. Eu cumpri a promessa e continuei a tradição. No dia 24 de dezembro, à noite, começa a folia na rua e termina hoje com a reza e almoço servido aos foliões”, declarou Di.

Na mesma data também são realizadas rezas nas lapinhas ou presépios natalinos, cenário onde se recria o ambiente do nascimento de Jesus, em ação de graças a Santo Reis. “Desde pequena via a lapinha que minha madrinha fazia. Muitas plantas e enfeites no canto da parede de cima até embaixo e as imagens. Quando me casei em 1950 vim morar aqui na cidade. Então fiz uma promessa para o menino Jesus e fui atendida e desde esse dia comecei a fazer a lapinha”, afirmou a moradora Sizaltina Dourado de Santana.


Do mesmo costume partilha a devota Maria de Oliveira Dias. “Eu ajudava minha mãe a fazer a lapinha e quando me casei passei a fazer a lapinha em minha casa. Nunca fiquei um ano sem cumprir essa promessa, gosto de seguir essa tradição e quero continuar”, disse Maria.

“A Secretaria de Cultura apoia a tradição dos festejos de Santo Reis em nosso município. Essas comemorações do reisado e das lapinhas são bastante representativas em São Desidério e enriquecem a nossa cultura”, comentou o secretário da SECULT, Florentino de Souza Filho.

Fonte: Ascom SD

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.