Anuncie

Anuncie

Com larga vitória, Conservadores abrem caminho para o Brexit no Reino Unido


Foi uma vitória avassaladora — o Partido Conservador britânico, liderado pelo premiê Boris Johnson, teve seu melhor resultado nas urnas desde 1987, quando iniciou seu último mandato Margaret Thatcher. Para o Partido Trabalhista, foi a pior derrota desde 1935. Com ampla maioria na Câmara dos Comuns, as portas estão abertas para que Johnson prossiga com o Brexit e o Reino Unido deixe, enfim, a União Europeia. Não quer dizer que será um caminho fácil. Também cresceu o Partido Nacional Escocês, e sua líder Nicola Sturgeon já fala em um novo plebiscito pela independência do país — os escoceses em ampla maioria gostariam de ficar na UE. A libra esterlina ganhou 2,1% perante o dólar na expectativa de que o impasse parlamentar que já dura três anos chegue ao fim. E se há um derrotado inequívoco é Jeremy Corbyn. O líder trabalhista, que tentou guinar para a esquerda seu partido, carregou a legenda para um precipício que inclui a perda de pelo menos quatro distritos operários que votaram nos conservadores embora sejam tradicionalmente trabalhistas. Um deles, Leigh, em Manchester, não elegia um conservador há mais de um século. (BBC)

Um tuíte de Tony Blair, ex-premiê trabalhista, publicado em 2017 e que voltou a circular, ontem: “Se você for confrontar populismo de direita com populismo de esquerda, o populismo de direita vencerá.” (Twitter)

O Brexit deverá iniciar até 31 de janeiro. Os britânicos estão em busca de costurar um acordo que lhes permita ter acesso para importar e exportar produtos e serviços dos países da União Europeia. Mas deixará a jurisdição da Corte Europeia de Justiça e o Mercado Comum, reinstalando as fronteiras alfandegárias. Não é um acordo fácil de costurar — há 27 membros da UE. As conversas formais podem se estender até junho, quando os britânicos definem se precisam de um tempo maior para a transição. BoJo, com ampla maioria, não deve ter dificuldade para aprovar o que desejar em casa. (BBC)

Fonte: Meio

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.