Anuncie

Anuncie

Brasil, EUA e Austrália obstruem e COP-25 fracassa


A COP-25, encerrada na noite de ontem em Madri, foi a pior em um quarto de século de negociações climáticas organizadas pela ONU. “Estou desapontado com os resultados”, publicou no Twitter o secretário-geral António Guterres. “A comunidade internacional perdeu uma oportunidade importante para demonstrar maior ambição no enfrentamento da crise.” A reunião era para ter sido encerrada na sexta-feira, mas foi estendida. Os delegados se queixaram da postura de EUA, Brasil e Austrália, que se dedicaram a obstruir as negociações. Uma coalizão de pequenas ilhas, com pouco poder político, mas particularmente ameaçadas pelos aumentos do nível de oceanos, publicou um documento se manifestando chocadas com o resultado. A distância entre o alarme de cientistas e a postura dos líderes políticos mundiais nunca esteve tão grande. (New York Times)

O documento final aumenta a ambição das metas para 2020 com vistas a cumprir o Acordo de Paris, cujo objetivo é impedir que a temperatura média do planeta suba acima de 1,5°C quando comparado a níveis pré-industriais. Ambientalistas ficaram frustrados com o conteúdo do texto, intitulado Chile-Madri, Hora de Agir, que está longe de responder firmemente à urgência do tema, conforme reivindicado pela ciência e pela sociedade civil. O Brasil não aceitou dois parágrafos incluídos no acordo sobre oceanos e uso da terra, inicialmente. O texto final prevê que os países terão que apresentar, em 2020, compromissos mais ambiciosos para reduzir as emissões para enfrentar as mudanças climáticas na próxima cúpula, que será realizada em Glasgow, na Escócia, em novembro de 2020. São as chamadas Contribuições Nacionais Determinadas. “Essa COP, que era a COP da ambição, deixou toda ação e toda ambição para o próximo ano”, se queixou Carlos Rittl, secretário-executivo do Observatório do Clima. (Globo)

De sua parte, o ministro do Meio Ambiente brasileiro Ricardo Salles provocou. Publicou no Twitter a fotografia de um naco de carne assando na chapa de ferro — “Para compensar nossas emissões na COP”, registro, “um almoço veggie”. (Twitter)

Pois é... Conflitos e retrocessos marcaram a presença do Brasil na COP-25. (G1)

Fonte: Meio

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.