Anuncie

Anuncie

Bolsonaro acusa Witzel de manipular processo para incriminá-lo


Em um ataque frontal, o presidente Jair Bolsonaro acusou o governador fluminense Wilson Witzel de manipular as investigações sobre o assassinato da vereadora Marielle Franco para implica-lo. Segundo o presidente, o delegado da Polícia Civil responsável pelo caso é ligado a Witzel. “Eu estava aqui”, afirmou referindo-se a Brasília. Ele voltou a negar que alguém em sua casa tivesse liberado a entrada de um dos suspeitos do crime em seu condomínio, no dia do assassinato. “E outra, nós pegamos antes que fosse adulterado, pegamos lá toda a memória da secretária eletrônica, que é guardada há mais de anos, a voz não é minha. Não é o ‘seu Jair’. Agora, o que eu desconfio, que o porteiro leu sem assinar ou induziram ele a assinar aquilo. Induziram entre aspas, né? Induziram a assinar aquilo.” A Associação dos Delegados de Polícia protestou. “Valendo-se do cargo de Presidente da República e de instituições da União, claramente ataca e tenta intimidar o delegado de Polícia do Rio de Janeiro, com intuito de inibir a imparcial apuração da verdade.” Para Bolsonaro, tudo é parte da disputa eleitoral de 2022, a qual acredita que Witzel pretende disputar. “Já desconfiava dele há algum tempo, que ele estava perseguindo a mim e a minha família no Rio de Janeiro com esse propósito.” (Estadão)

No domingo, o presidente voltou atrás da declaração de que teria tomado posse das provas que incluem computador e arquivos que ainda não foram periciados para afirmar se houve áudios de interfone apagados ou com dada mudada. “O que eu fiz foi filmar a secretária eletrônica com a respectiva voz de quem atendeu o telefone. Só isso, mais nada. Não peguei, não fiz backup, não fiz nada. E a memória da secretária eletrônica está com a Polícia Civil há muito tempo. Ninguém quer adulterar nada, não.” Parlamentares da oposição o acusam de ter se apropriado de provas que podem ou não incriminá-lo. (Globo)

Humor: No Zorra, da TV Globo, Jair Bolsonaro também apareceu muito zangado e ameaçando a emissora. Só que foi por outros motivos.

Fonte: Meio

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.