Anuncie

Anuncie

Supremo que validar mensagens da Vaza Jato


O Supremo vai acionar a Procuradoria-Geral da República para que tente verificar a autenticidade das mensagens vazadas entre o então juiz Sergio Moro e os procuradores da Força-Tarefa da Lava Jato. A iniciativa foi de Alcides Martins, subprocurador-geral de Augusto Aras, ambos recém-nomeados para o cargo. Ao ouvir em sessão o ministro Gilmar Mendes citar trechos da Vaza Jato, o sub intercedeu e pediu que os dados fossem encaminhados para que a PGR tente confirmar tudo. Ao nomear Aras, Bolsonaro não consultou Moro. (Folha)

Pois é... O jornalista Felipe Recondo repassou o caminho do ex-PGR Rodrigo Janot. Ele estava em viagem oficial a Belo Horizonte no dia em que teria ido ao Supremo assassinar Gilmar Mendes. E a maneira como ele descreveu em entrevistas ter sacado a pistola escondido por baixo da capa não é possível. Parece ter sido, a tentativa de crime, um produto de sua imaginação. (Jota)

Meio em vídeo: A crise da Lava Jato aqui no Brasil tem muito a ver com a crise da Lava Jato no Peru. Já no ar.

Aliás... A Caixa Econômica Federal pediu à Justiça que decrete a falência do conglomerado Odebrecht. O banco público também requisita o direito aos credores de nomear uma nova administração para a holding e suas subsidiárias. A Caixa acredita que há no pedido de concordata do grupo uma estratégia para diminuir o poder de negociação dos principais credores. (Reuters)

E por falar... A Lava Jato fora do Brasil é menos Petrobras e mais Odebrecht. E este é o tema do Meio de Sábado. A história da grande empreiteira brasileira, a cultura de corrupção que formou e maneira como estendeu seus tentáculos pelos países vizinhos. Recebem a edição todos os assinantes Premium. Seja também um.

Fonte: Meio

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.