Anuncie

Anuncie

Incêndio atinge vegetação da Serra do Mimo, em Barreiras/BA

Caso aconteceu na tarde desta quarta-feira (21), na cidade de Barreiras. Não houve registro de feridos.

Incêndio atinge a Serra do Mimo, em Barreiras

Um incêndio atingiu a Serra do Mimo, em Barreiras, no oeste da Bahia, na tarde desta quarta-feira (21). De acordo com o Corpo de Bombeiros, as chamas chegaram perto de algumas residências. Não houve registro de feridos.

Segundo informações dos bombeiros, o incêndio, que atingiu uma área de três hectares, foi debelado no final da tarde. Não há informações sobre o que causou as chamas.

Incêndio atingiu vegetação da Serra do Mimo, no oeste da Bahia — Foto: Reprodução/TV Bahia

Incêndio na Serra da Bandeira

Queimadas no oeste da Bahia — Foto: Reprodução/TV Oeste

Um incêndio atingiu a Serra da Bandeira, também na cidade de Barreiras. Conforme informações do Centro Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais (Prevfogo), o clima seco foi apontado como a causa das chamas. Não houve feridos.

Ainda de acordo com o Prevfogo, o incêndio, que atingiu uma área de 250 hectares, começou na segunda-feira (19), quando 12 brigadistas foram ao local, mas não conseguiram controlar as chamas. O incêndio só foi combatido na noite de terça-feira (20). As chamas chegaram perto de algumas residências.

Apesar disso, grande parte da vegetação seca do local foi atingida pelo incêndio, que ocorreu às margens da BR-135, entre Barreiras para Riachão das Neves, cidade da mesma região.

Reincidente

O clima seco na região oeste tem contribuído para diversos incêndios pela cidade. Segundo o Corpo de Bombeiros do município, há uma média de 15 a 20 chamados todos os dias de casos de incêndio em Barreiras. A grande quantidade de casos tem preocupado os moradores.

"Há muita fumaça. As crianças todas desesperadas. Ficamos com muita falta de ar. Teve uma vizinha que foi com a criança dormir fora porque não estava aguentando a fumaça", contou Brasilina Máximo.

Conforme o médico Cileno Santos, a fumaça contribui com problemas respiratórios.

"As queimadas não são apenas queimadas de mato. Elas são queimadas de lixo, de papel, de plástico. Com isso, libera na atmosfera uma série de elementos químicos, que acabam sendo levados pelo vento e, com isso, as pessoas acabam respirando", afirmou Cileno Santos.

Fonte: TV Bahia

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.