BFS19

Anuncie

Anuncie

Após avistamentos, Marinha dos EUA muda regras para relatar aparições de OVNIs

Será que estamos realmente sozinhos no universo? Essa questão, que vem sendo debatida há séculos, ganhou mais um capítulo recentemente, após pilotos da Marinha dos Estados Unidos apontarem o avistamento de aeronaves não identificadas, de tecnologia muito avançada. Agora, o órgão de defesa resolveu orientar melhor os seus funcionários nestes casos, com a elaboração de novos formulários para registrar aparições de OVNIs.


As supostas naves alienígenas teriam sido avistadas invadindo instalações militares sensíveis, de acordo com reportagem do Politico, na terça-feira. "Os pilotos estão chateados e estão tentando ajudar a acordar um sistema adormecido", disse Chris Mellon, membro do Comitê de Inteligência do Senado, ao The Washington Post. Mellon e outros pilotos teoricamente acreditam que um novo sistema simplificado de relatórios poderia tornar mais aceitável o registro de OVNIs e, finalmente, remover o estigma. 

A Marinha e a Força Aérea dos EUA garantem receber cada uma das denúncias com seriedade. "Houve uma série de relatos de aeronaves não autorizadas e/ou não identificadas que entraram em várias faixas controladas pelos militares nos últimos anos", afirma Joseph Gradisher, um porta-voz da Marinha, ao Cnet. “Por questões de proteção e segurança, a Marinha e a Força Aérea cuidam desses relatórios com bastante responsabilidade e investigam cada um deles.”

Gradisher afirma que a Marinha está "atualizando e formalizando" o modelo de como as aeronaves não identificadas são reportadas às autoridades. O novo sistema também pode tornar mais fácil a investigação desses casos, de acordo com a revista Time. Em março, a Administração Federal de Aviação liberou o tráfego de rádio de dois pilotos comerciais que registraram um OVNI, separadamente, nos céus do Arizona em fevereiro. 

Fonte: Olhar Digital / Via: Cnet

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.