São Desidério Fest 2018

27 agosto 2018

Organização comemora sucesso do 2º Festival da Juventude de São Desidério



Com o tema central, “Participação e Protagonismo Juvenil: Nenhum direito a menos”, a Prefeitura de São Desidério por meio da Secretaria de Assistência Social (SAS), organizou o 2º Festival da Juventude e agora comemora os resultados positivos do evento.


Entre os dias 23 e 24, milhares de jovens da sede e zona rural de São Desidério, dos municípios de Wanderley, Cotegipe e Barreiras, participaram da intensa programação que contou com oficinas de Teatro, Dança, Turbante e Grafite, Rodas de Conversas sobre diversos temas, atividades artístico-culturais, Cinema na Praça, atividades auto-gestionadas, o ‘ProZEando’ que é um bate-papo com autoridades públicas e shows musicais.


“Minha casa ganhou mais vida, autorizei que grafitassem a parede porque sou parte deste bairro, fiquei muito contente em ver tantos jovens trabalhando juntos, a escadaria do Cristo voltará a ser ponto turístico de nossa cidade”, alegra-se a moradora do bairro Alto do Cristo, Leandra da Silva.


Para a jovem de 22 anos Rosane Rodrigues o que marcou muito foi a Oficina de Turbante. “Além de nos ensinar como usar o turbante, a oficina debateu questões raciais, a importância da diversidade e do respeito, me senti feliz em participar”, comenta.


As caravanas dos municípios vizinhos chegaram bem cedo e trouxeram jovens cheios de curiosidade e dispostos a aproveitar cada momento. “É a primeira vez que a gente participa de algo feito especialmente para a juventude, se tivesse tempo eu participaria de todas as oficinas e debates, porque precisamos de conhecimento e ser ouvidos também”, revela o jovem de Cotegipe Junior Santana que percorreu mais de 150 quilômetros para participar do Festival.


Vários setores da sociedade se envolveram nos trabalhos do Festival, entre eles Faculdades e Universidades da região, Secretarias do Governo Municipal, a Coordenação Estadual de Juventude. “Nós agradecemos imensamente a todo apoio que recebemos desde os servidores públicos que tanto se dedicaram ao trabalho, a cada instituição, empresa, pessoas da comunidade que tornaram o Festival esse grande sucesso, atingindo nosso objetivo de levar mais conhecimento, formação, entretenimento, e garantia de direitos à juventude”, agradece a secretária da SAS, Vandreia Mendes.


Todas as ações do Festival dialogaram com os Direitos Juvenis previstos no Estatuto da Juventude discutindo três eixos norteadores, ‘Identidades Juvenis e Justiça Social’, ‘Formação e Linguagens Juvenis’ e ‘Qualidade de Vida e Desenvolvimento Local’. “Em nome da esfera Estadual estamos muito contentes em participar deste trabalho desenvolvido em São Desidério, um município que se torna protagonista da causa jovem e sem dúvidas uma referência para toda a região, por envolver pessoas de outros municípios, podemos avaliar que o Festival já se consolida como representação regional”, analisa o coordenador Estadual de Políticas para a Juventude, Jabes Soares.


Após o ProZÉando, alguns jovens entregaram uma carta de intenções ao vice-prefeito, Zé Barbosa. A carta foi escrita durante o festival e revela alguns anseios e esperanças da juventude local. “A prefeitura de São Desidério está aberta para apoiar nossa juventude, por isso nossos esforços se concentram em trabalhos tão importantes como este”, assegura o vice-prefeito. Durante o festival foi apresentado também o projeto arquitetônico do Centro de Referência da Juventude que será construído no bairro Alto do Cristo.


Texto: Jackeline Bispo
Fotos: Ascom SD