27 agosto 2018

Evangélicos e insegurança ajudam Bolsonaro



Dois importantes segmentos da população estão se inclinando para a candidatura de Jair Bolsonaro. Um é o dos evangélicos. Em 2014, quando por muito pouco não chegou ao segundo turno, Marina Silva tinha entre seus eleitores 43% vindos deste segmento. De acordo com o último Ibope, tem apenas 12%. E 26% dos eleitores do ex-capitão vêm deste grupo. Há também a população preocupada com Segurança, um dos principais temas desta eleição. De acordo com especialistas ouvidos pelo Estadão, principalmente em São Paulo, este núcleo eleitoral preocupado com polícia nas ruas, que já foi leal a Paulo Maluf, hoje se inclina ao militar. O resultado gera uma distorção curiosa: o tucano Geraldo Alckmin é o único dos candidatos com chances que não vai bem em seu próprio estado, apesar dos resultados acima da média que seu governo teve em segurança. Ele ainda garante que consegue mudar o quadro quando a propaganda na TV se iniciar. (Estadão)

Por: Meio