São Desidério Fest 2018

13 julho 2018

Congresso impõe projetos que explodem orçamento



O Congresso concluiu ontem a votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2019 — a base utilizada pelo governo para elaborar a proposta de Orçamento da União para 2019, que será enviada até o fim de agosto. Mas propostas aprovadas por deputados e senadores nos últimos três meses, e outras ainda em discussão, poderão representar um impacto estimado de pelo menos cerca de R$ 72 bilhões anuais nas contas públicas. As chamadas ‘pautas-bomba’, como a anistia a multas da greve dos caminhoneiros e a volta do benefício fiscal para fabricantes de refrigerante, aumentam os gastos do governo ou dão benefícios para setores específicos que provocam queda na arrecadação.

Miriam Leitão: “O governo que ainda não escolhemos, aquele que vai assumir o Planalto em 2019, terá que administrar uma herança maldita que cresce a cada dia. Nas últimas semanas o Congresso têm tomado decisões assustadoras, que terão impacto nas contas públicas e no bolso dos brasileiros. É uma mistura explosiva. O Congresso aprova gastos e derruba o que o governo propõe para equilibrar as contas. A atuação dos parlamentares dificulta o cumprimento da meta fiscal para o próximo ano, que já prevê um déficit de R$ 139 bilhões. Se os parlamentares pensam que estão inviabilizando este governo, na verdade estão atrapalhando o próximo, do qual eles podem fazer parte, inclusive.” (Globo)

Por: Meio