23 julho 2018

Começou: já são 5, oficialmente, os candidatos à presidência



Jair Bolsonaro foi indicado no domingo, pelo PSL, à presidência da República. No sábado, o PSOL pôs oficialmente na disputa o coordenador do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto, Guilherme Boulos — a única candidatura realmente de esquerda, segundo afirmou em seu discurso. Até agora, todos eram pré-candidatos. Não mais. Na sexta-feira, Ciro Gomes, pelo PDT, a sindicalista alagoana Vera Lúcia, pelo PSTU, e o ex-presidente do BNDES Paulo Rabello de Castro, pelo PSC, foram também apresentados como postulantes à sala grande no terceiro andar do Palácio do Planalto. Todos precisam ainda que suas candidaturas sejam referendadas pelo TSE. (Folha)

Ainda há uma crise, na campanha Bolsonaro, em busca de um candidato a vice-presidente. Numa convenção marcada pela euforia, a advogada do impeachment Janaína Paschoal, que entrou como nome favorito no domingo, jogou um banho de água fria no auditório. Ela sugeriu que os partidários do capitão reformado têm se portado de forma radical. “Não se ganha eleição com pensamento único”, afirmou. “Reflitam se não estamos fazendo o PT ao contrário.” (Folha)

Por: Meio