16 maio 2018

Coreia do Norte ameaça pular fora de encontro



A Coreia do Norte suspendeu de última hora o encontro de cúpula que ocorreria hoje com a Coreia do Sul. O motivo são manobras conjuntas entre as forças aéreas do Sul e dos EUA, que vêm ocorrendo desde a semana passada. O cancelamento abrupto pegou os diplomatas de surpresa. (New York Times)

De prima, foi feita também uma ameaça sutil aos EUA, afirmando que devem ‘pensar seriamente’ sobre como as manobras podem afetar o encontro entre Kim Jong-un e Donald Trump. Algumas horas depois, a diplomacia de Pyongyang foi mais direta. Se Washington insistir num mero desarmamento nuclear unilateral, o encontro não fará sentido para os norte-coreanos. Nos EUA, os incidentes levaram a um debate interno. Ainda não está claro se é um mero jogo de postura e pressão anterior ao encontro por parte da ditadura ou se há novas condições sendo postas à mesa. (New York Times)

Os sinais são mesmo confusos. Imagens de satélite mostram que o governo norte-coreano já está desmontando, sem qualquer acordo assinado, um de seus principais sítios de testes nucleares.

Por: Meio