Anuncie

Anuncie

PT parte para ataque pessoal antes de julgamento



“Este cidadão”, discursou Lula ontem, “é bisneto do general que invadiu Canudos e matou Antônio Conselheiro. Talvez ele ache que eu seja cidadão de Canudos.” Referia-se ao desembargador Carlos Eduardo Thompson Flores, presidente do TRF-4, que corte que julgará o líder petista em segunda instância no caso do tríplex. No evento do Teatro Oi Casa Grande, na zona sul do Rio de Janeiro, Lula reuniu artistas e intelectuais como Gregorio Duvivier, Osmar Prado, Bete Mendes, Beth Carvalho e Marcia Tiburi. (Folha)

E, assim, o PT confirma publicamente sua nova estratégia para lidar com o julgamento do dia 24. Parte para os ataques pessoais. O partido está convencido de que a tendência do tribunal é pela condenação, que pode inviabilizar a candidatura de Lula. (Globo)

Em tempo: Tomás Thompson Flores foi deputado federal na primeira Legislatura da República e comandava um dos batalhões do Exército na Guerra de Canudos. O trisavô do desembargador não matou Conselheiro. Na verdade, morreu ele próprio durante a batalha. “Era um lutador de primeira ordem”, segundo Euclides da Cunha, “embora lhe faltasse serenidade de ânimo.” (PDF)

Por: Meio

Tecnologia do Blogger.