Anuncie

Anuncie

Cartas marcadas: Câmara começa a encarar denúncia contra Temer



A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara se reúne hoje, às 10h, para que o veterano deputado mineiro Bonifácio de Andrade leia seu relatório sobre a denúncia contra o presidente Michel Temer. Todos esperam do tucano que tenha escrito um texto favorável ao presidente. Desde que chegou à CCJ a primeira acusação, já ocorreram 59 mudanças em sua composição. De um total de 66 titulares. O objetivo é sempre o mesmo: garantir maioria a favor do Planalto. A comissão, portanto, deve aprovar o parecer e encaminhá-lo à apreciação dos deputados. É necessário que 342 dos 513 escolham acatar a denúncia para que o Supremo esteja autorizado a julgar o presidente. A estimativa do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, é de que este voto ocorra no dia 23. Caso o STF aceite a denúncia, Temer é afastado da Presidência por até 180 dias. Ninguém considera este cenário possível.

Uma das armas do Planalto para amealhar votos no plenário é restituir, de alguma forma, o financiamento dos sindicatos que era garantido pelo imposto extinto pela Reforma Trabalhista. Segundo a repórter Andréia Sadi ouviu do deputado Paulinho da Força, trata-se de “recriar uma contribuição dentro da livre negociação”. Em termos claros, os próprios sindicatos estarão autorizados a instituir uma cobrança obrigatória.

Fonte: Meio

Tecnologia do Blogger.