05 setembro 2017

Câmara Municipal de São Desidério abre espaço para o debate entre SINDSESD, APLB e Prefeitura.




A sessão ordinária da câmara de vereadores de são Desidério na última quarta-feira (30), foi marcada pelo exercício da democracia, com a realização do debate entre a presidente do SINDSESD, Baroniza Santos, juntamente com a presidente da APLB, Keliane Menezes, e da Procuradora Geral do município, Ermetina Macêdo, acompanhada do assessor jurídico da Prefeitura, Cássio Figueredo. 

A convite do presidente Marusan Ferreira, os representantes do sindicato e do poder executivo compuseram a mesa da Casa de Leis e utilizaram a tribuna para suas explanações sobre o Plano de Cargos e Salários dos servidores efetivos do município.

Cada uma das partes envolvidas apresentou suas razões e, ao final os vereadores chegaram ao seguinte consenso: salientaram a importância de consultar o Tribunal de Contas do Município (TCM), foro adequado para maiores esclarecimentos a respeito das finanças do município e frisar que o Plano poderá ser aprovado pelo poder legislativo, desde que sejam feitas as análises e estudos que ratifiquem o melhor acordo para os servidores, preservada a saúde financeira do município, para que nenhuma das partes seja prejudicada por um cálculo mal feito.

Na mesma sessão, foram aprovados por unanimidade o Projeto de n° 15/2017, referente ao Fundo Municipal de Apoio a Agricultura Familiar (FUMAF) e o requerimento 03/2017, da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, para o acompanhamento em visita técnica, juntamente com os membros das Comissões de Meio Ambiente e Fiscalização, desta casa, às cabeceiras dos rios de nosso município.

Fonte: ASCOM da Prefeitura de São Desidério