Anuncie

Anuncie

O embate na Câmara dos Deputados vai começar



Se tudo seguir conforme os planos, a Câmara decide amanhã se o presidente Michel Temer pode ou não ser processado pelo STF pela acusação de corrupção passiva. 81% dos brasileiros, segundo o Ibope, desejam que a Justiça avalie o caso. Mas dificilmente os deputados o permitirão. No Congresso, nem a oposição tem dúvidas de que Temer vencerá em plenário — afinal, seriam necessários pelo menos 342 votos para encaminhar o caso aos ministros do Supremo. Por isso, as brigas do governo são outras. Não é à toa que, nas enquetes promovidas pelos jornais, 40% dos deputados não tenham se posicionado ainda. Os parlamentares desejam as benesses oferecidas pelo Planalto, mas não querem se expor declarando-se a favor do presidente. Só que ao menos dois terços deles precisarão aparecer. Em caso contrário, a decisão será postergada. Além de garantir o quórum, o governo tem esperanças de conseguir bem mais do que 250 votos — algo entre 280 e 300. Caso contrário, será indício de que mesmo abrindo o cofre sua base apoio é rala e não sobreviverá quando vier a segunda denúncia. (Globo)

Fonte: Meio

Tecnologia do Blogger.