31 agosto 2017

Incêndio atinge área de proteção ambiental em LEM e região oeste tem alerta de queimadas


Incêndio começou na segunda-feira (28) e só foi controlado na manhã desta quinta (31).

Incêndio atinge área de proteção ambiental na região oeste

Uma área de proteção ambiental que fica próxima ao Rio das Pedras, em Luís Eduardo Magalhães, oeste baiano, pegou fogo há três dias e o incêndio só foi controlado na manhã desta quinta-feira (31). As chamas se estenderam por 6 km e atingiram cinco fazendas.

Apesar do controle, o alerta de queimadas continua em toda a região oeste. O Corpo de Bombeiros Militar ainda não sabe as causas do incêndio. O comandante do 2º Subgrupamento de Luís Eduardo Magalhães, João Rodrigues, explica as dificuldades de conter o fogo, por conta da proximidade com o rio.

"A ideia é extinguir o incêndio, só que a gente tem uma limitação. É uma área de vereda que é charco [encharcada], é agua. A limitação da cidade com a fazenda é o rio, então ele [incêdio] tá por dentro do rio, na vereda. É uma dificuldade muito grande da gente fazer esse combate", pontuou.

Em uma das fazendas, que possui 1.100 hectares, boa parte da reserva ambiental ficou destruída. A fazenda fica a cerca de 7km da cidade e a colheita do milho foi interrompida, para que os funcionários também ajudassem a combater as chamas.

"A gente entra em pânico, porque [o fogo] passa próximo à sede, às casas e à própria lavoura, que tá em período de colheita", disse o agricultor Fabrício Strausburg.

Reserva ambiental da fazenda ficou destruída pelo fogo (Foto: Reprodução/ TV Bahia)

A previsão para Luís Eduardo é de tempo seco e não deve chover na região nos próximos de dias, conforme informações do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC).

A cidade deve ter sol predomínio de sol e não há probabilidade de chuva. As temperaturas devem variar entre mínimas de 18º e máximas de 37º.

Outro incêndio

os bombeiros precisaram construir aceiros no entorno da área queimada (Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros)

Há 11 dias, outra fazenda também em Luís Eduardo foi atingida por um incêndio. Por conta do período período de ar seco, os bombeiros passaram a monitorar a área.

O incêndio também foi de difícil controle por ser subterrâneo. Os bombeiros precisaram construir aceiros no entorno da área queimada, que são uma faixa livre de vegetação, onde o solo fica descoberto.

Fonte: G1 BA