Anuncie

Anuncie

Festa do Divino Espírito Santo reúne multidão de fiéis em Bom Jesus da Lapa/BA.


Romeiros se reúnem na romaria ao Bom Jesus da Lapa

A Festa do Divino Espírito Santo, em Bom Jesus da Lapa, no oeste da Bahia, reuniu uma multidão de fiéis durante os dias do evento, que começou no dia 28 de julho e terminou no domingo (6). Conforme o Instituto do Patrimônio Artístico Cultural (Ipac), durante a festa do Divino Espírito Santo, costumam circular pela cidade cerca de 500 mil fiéis, entretanto o órgão ainda está levantando os dados exatos do público deste ano.

O evento religioso faz parte da Romaria de Bom Jesus da Lapa, município às margens do Rio São Francisco, que é um dos principais ícones do turismo religioso na Bahia e recebe 2,5 milhões de romeiros por ano. Comemorada 50 dias após a Páscoa, a festa é marcada por missas, procissões, além de manifestações folclóricas e banquetes coletivos de doações religiosas, que todos os anos atraem fiéis do país inteiro.

A festa recebeu este ano o título de Bem Cultural Imaterial do Estado da Bahia. Já a romaria, considerada a terceira maior do país, recebeu o Registro Especial Provisório como Patrimônio Imaterial do Estado, e especialistas do Ipac iniciaram nesta segunda-feira (7) os estudos para elaboração de dossiê que tornará a Romaria do Senhor Bom Jesus da Lapa um Bem Imaterial da Bahia.

A determinação do registro foi aprovada pelo Conselho Estadual de Cultura da Bahia e autorizada pelo governador Rui Costa, que participou dos festejos no domingo. A Festa do Divino Espírito Santo, que já contava com proteção provisória do Instituto do Patrimônio Artístico Cultural (Ipac), é parte integrante da memória cultural do estado, preservando a devoção que faz parte da identidade do povo dessa região.

Com o tema “Com Jesus e Nossa Senhora defendemos a vida”, a programação do evento contou com missas diárias e homenagens aos romeiros. Durante o dia, os visitantes podiam desfrutar dos atrativos da cidade, com destaque para os passeios de barco pelo Rio São Francisco, além de visitar as seis capelas que compõem o santuário.

O auge da festa religiosa foi no domingo (6), quando os romeiros participaram das missas celebradas durante todo o dia, no santuário, desde às 5h. Nesse dia, o encerramento dos festejos dedicados ao Bom Jesus foi marcado por uma missa na catedral do Bom Jesus da Lapa (bairro Amaralina), seguida por procissão que percorreu as principais ruas da cidade até a chegada ao santuário, no Centro.

Entre os devotos que conferiram a romaria, está Joana Izabel dos Santos, de 93 anos, que mesmo com dificuldades para andar, não pensa em parar de ir a Bom Jesus da Lapa. "Da vez que vim primeiro, nunca mais eu parei. Seis anos completando agora", disse.

Para a comerciante Irani Rodrigues Santos, o desafio foi encarar uma viagem de mais de 800 quilômetros. Ela saiu da cidade de São Mateus, no Espírito Santo, com destino à Bahia. "Estou muito feliz de estar em Bom Jesus da Lapa. Cumpri minha promessa, entrei de joelhos, do começo da igreja até o final do santuário", revelou.

Bom Jesus da Lapa atrai romeiros de todo país (Foto: Carol Garcia/GOVBA)

Romaria de Bom Jesus da Lapa torna-se bem imaterial do estado (Foto: Mateus Pereira/GOVBA)

Romeiros na parte externa do santuário de Bom Jesus da Lapa, no oeste da Bahia (Foto: Imagem/TV Oeste)

Fonte: G1 BA

Tecnologia do Blogger.