17 agosto 2017

Ex-prefeito na Bahia é denunciado pelo Ministério Público por subtrair documento público



O ex-prefeito do Município de Iraquara, Landualdo Barros Freitas Junior, foi denunciado pelo Ministério Público estadual por se apropriar e ocultar diversos documentos públicos relativos às prestações de contas da Prefeitura junto ao Tribunal de Contas municipal. A denúncia, oferecida à Justiça hoje (17) pela promotora de Justiça Maria Anita Araruna Corrêa, evidencia que durante o ano de 2016, em momentos distintos, Landualdo Barros possuía livre acesso aos documentos do ente público, o que permitiu a subtração dos mesmos. O ex-prefeito exerceu o cargo entre os anos de 2013 a 2016.

Outros documentos referentes a obras e serviços públicos, balancetes demonstrativos, notificações, ofícios também foram subtraídos. Parte do material foi apreendido no imóvel do denunciado, por meio de medida cautelar de busca e apreensão durante a “‘Operação Hotel Fantasma”, deflagrada pelo MP em julho deste ano. O Código Penal prevê pena de reclusão de dois a seis anos e multa para o tipo de conduta.

Fonte: Cecom/MP