23 janeiro 2017

Polícia da Bahia monta caçada humana e promete resposta imediata para assassinato de policiais durante assalto a banco em Bom Jesus da Lapa



Foram encontrados mortos os dois policiais sequestrados na noite de ontem (22) na tentativa de assalto às agências do Bradesco e Banco do Brasil de Bom Jesus da Lapa. Os corpos dos militares Everton Oliveira de Santana e Gilberto Lemos Silva Junior foram encontrados no bairro Salinas, sem sinais vitais.


(Gilberto Lemos Silva Junior e Everton Oliveira de Santana)

De acordo com o coronel Paulo Salomão Portugal, responsável pelo Comando de Policiamento Regional Oeste (CPRO), o soldado/PM José Cardoso Pereira está sendo transferido pela equipe de policiamento aéreo para um hospital de Salvador/BA, mas seu estado de saúde é estável.

Um dos bandidos foi morto na troca de tiros, identificado por Tiago da Silva, de 39 anos, natural de Barreiras. Salomão esteve em contato com o coronel Lázaro Raimundo Oliveira Monteiro, Comandante do Comando de Policiamento Especializado da PMBA, que informou que a quadrilha é formada por pelo menos por 15 bandidos e todos ainda estão foragidos.

O coronel afirmou ainda que, na operação há policiais da Companhia Independente de Policiamento Especializado Sudoeste/Caatinga; Grupamento Aéreo da PMBA (GRAER); do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE), que já estava no município para recolher artefatos explosivos, que tinham sido encontrados abandonados; além dessas equipes há o efetivo da CIPE/Cerrado, RONDESP e PETO envolvido nos trabalhos de busca aos marginais. “Fechamos o cerco, ocupando divisas, rotas de fuga e estamos com um helicóptero do GRAER sobrevoando a região. Conclamamos aos cidadãos de bem do Oeste que colaborem com o nosso trabalho fornecendo informações”, disse o coronel Salomão.

Durante a tentativa de assalto às agências bancárias, os bandidos teriam usado um veículo Hillux e uma S 10 e atiraram contra os transformadores de energia elétrica provocando escuridão em vários bairros da cidade. “Isso dificultou o trabalho de combate da Polícia Militar que entrou em confronto com a facção criminosa. Houve intensa troca de tiros, sendo que, um bandido foi morto, um dos nossos homens ficou ferido e dois foram sequestrados”, enfatizou.


Na fuga, os criminosos incendiaram um veículo para impedir a passagem da polícia pela rodovia e deixaram a viatura tomada dos policiais sequestrados sobre uma ponte. “Esses militares foram os primeiros a chegar no local do assalto e estavam em número incompativel para enfrentar o bando armado”.


Fonte: Alô Alô Salomão