28 janeiro 2016

Prefeitura de Barreiras cancela realização do Carnaval e declara emergência por 90 dias.



O prefeito em exercício de Barreiras, Paê Barbosa, deve anunciar, oficialmente, em minutos (11 h), o cancelamento do Carnaval na cidade, o CarnaOeste. Prestes a declarar emergência pelos danos causados pela chuva no Município, o Prefeito não poderia ser mais oportuno. Ele tem recebido o apoio da imprensa, de líderes políticos e comunitários, pela decisão.

Mesmo não acontecendo o carnaval oficial, cuja estrutura já estava montada na avenida principal, alguns blocos tradicionais devem fazer sua aparição no centro histórico, voltando às velhas tradições da cidade.


Antes da coletiva de imprensa, o Prefeito reuniu secretariado para debater estado de alerta na cidade e cancelar o carnaval.

As chuvas continuam com grande intensidade em toda a Região. Na noite que passou, a precipitação foi novamente elevada.

Veja abaixo nota oficial da assessoria de imprensa:

O prefeito em Exercício Paê Barbosa convocou no inicio da noite desta quarta-feira, 25 todos os secretários municipais para uma reunião de emergência com o objetivo de analisar a partir de dados o aprofundamento da situação de infraestrutura urbana e rural ocasionado pelo volume de água decorrentes das intensas chuvas das últimas semanas.

Durante o encontro na sala de reuniões da prefeitura, Paê Barbosa externou aos auxiliares sua preocupação e do governo municipal com a realidade atual da cidade e determinou aos secretários redução sistematicamente das agendas burocráticas e absoluta prioridade ao levantamento dos problemas ocorridos, atendimento a população atingida e execução de serviços emergenciais para garantir o escoamento de águas e melhorias pontuais nos bairros com maiores fragilidades.

Ainda de acordo com o chefe do executivo em exercício a população contará a partir de amanha com uma equipe de defesa civil, uma central telefônica para atendimento direto a população funcionando 24 horas, assistência social as famílias e locais para acolher os desabrigados, além de ações para intensificar as ações preventivas de saúde a exemplo da Dengue, Chikungunya e Zika.

Os secretários municipais devem apresentar ao prefeito nas primeiras horas desta quinta-feira um diagnóstico detalhado dos locais com maiores problemas e as ações possíveis para subsidiar a análise rápida do poder e executivo sobre as intervenções imediatas e decisões de caráter emergencial.

O prefeito avaliará pessoalmente diversos bairros da cidade na manhã desta quinta-feira, 26 e poderá anunciar novas medidas para ampliar o atendimento emergencial a população.


Fonte: O Expresso