São Desidério Fest 2018

15 setembro 2015

Barreiras: Zito quer um vice; Antonio Henrique também


“Vê de perto o galo campina, que quando canta muda de cor” (Luiz Gonzaga)

O tabuleiro do xadrez político de Barreiras está cada vez mais povoado de peças úteis e inúteis. Analisemos apenas o setor dedicado ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro, o PMDB.

Karlúcia Crisóstomo Macedo, a Rainha por outorga dos Vieira Lima, pra começar o baile, nega de pés juntos e mãos postas que tenha pensado em se unir a Antônio Henrique. Já Zito Barbosa, que encarna a figura do Rei, anda por todo o tabuleiro e segundo fontes bem informadas andou convidando Sérgio Tadeu Bergamo, reitor da FASB, para ser seu vice, na figura do Bispo, que movimentando-se apenas na diagonal, mostrou-se honrado pelo convite, saiu de banda e diz que é apenas um Peão neste tabuleiro do Partido.

Procurando um encaixe honroso neste tabuleiro, o Galo da Campina, que não é peça de xadrez, mas muda de cor quando canta, Carlos Tito, pode aceitar o convite de Antônio Henrique, que quer porque quer uma figura das oposições para enfrentar a República de São Desidério.

Enquanto isso, Tito arranja, para enfeitar o seu currículo, uma reforma no seu gabinete, que custou um negro e um cachimbo, e dois chafarizes para a Câmara, cada um custando dois negros e meio e os respectivos cachimbos.

"Nestes tempos bicudos, chafariz pode não dar votos, mas certamente ajuda na campanha."

Fonte: Jornal Expresso