28 julho 2014

Jogos da Sustentabilidade estimula conscientização ambiental entre alunos do ensino fundamental

04-DSC_9851
Cem alunos do terceiro, quarto e quinto ano do ensino fundamental de quatro escolas públicas municipais participaram na manhã desta segunda-feira, 28, dos jogos da sustentabilidade no ginásio de esportes Professor Almiro Almeida, onde a partir de um tabuleiro os estudantes foram estimulados a conhecer as práticas de ações sustentáveis de proteção ao meio ambiente.
28-DSC_9878
26-DSC_9876
O jogo é uma maneira lúdica de alertar os estudantes para a situação de risco do planeta, no qual foram abordados conteúdos voltados à exploração desenfreada dos recursos naturais, florestas destruídas, desperdício de água e outros.
31-DSC_9881
32-DSC_9883
Para a realização da brincadeira foram formados quatro times, com 25 cada, e um tabuleiro no centro com quatro crianças representantes das equipes e a torcida que seguiram regra baseada em ajudar a construir um mundo melhor se salvando das situações problemas relacionadas ao meio ambiente.

25-DSC_9875
08-DSC_9855
A disputa contou também com improvisação no qual os alunos lutam para estabelecer boas práticas ambientais, incluindo reflorestamento, reaproveitamento de água, utilização de energias renováveis e o correto manejo do solo. Ao final a equipe vencedora e todos os participantes receberam mudas de plantas nativas do cerrado.
22-DSC_9871
  
17-DSC_9865
A iniciativa é uma atividade atrelada ao Projeto Viagem ao Improviso contemplado ao município e segundo o ator e recreador do projeto, Caique Dumont a receptividade do público infantil foi positiva. “Nada melhor que plantar esta ideia de sustentabilidade nas crianças, pois elas são multiplicadoras e aqui nesta cidade o resultado foi surpreendente. Verifiquei que as respostas eram corretas, e isto significa que eles conhecem as boas práticas, mas, nós e educadores temos que a cada dia reforçar esta ideia na cabecinha deles”, destacou.
38-DSC_9893
09-DSC_9856
Para o estudante, Júlio César, 10, a lição maior deixada pela brincadeira foi a de saber perder. “É bom ganhar, mas, o perder ensinou muito também. E o bom mesmo foi aprender maneiras de evitar o desperdício da água, como evitar banhos demorados, não abrir a torneira á toa, não jogar lixo nos rios e nem nas ruas, somente nas lixeiras”, explicou.
42-DSC_9899
Texto: Adinete Batista
Fotos: Rodney Martins