Bahia Farm Show

22 julho 2014

‘FORASTEIROS’: Luís Eduardo e São Desidério recebem o espetáculo de teatro

image002
O projeto itinerante Viagem ao Improviso terá ao todo 23 apresentações no interior do Brasil, serão 15 mil km rodados
Está na estrada um ônibus com um bando de forasteiros. Não se sabe de onde vem, nem para onde vai. Que lembranças cada integrante traz consigo? Esses e outros segredos serão revelados em um curioso faroeste brasileiro, encenado por uma trupe de jovens atores, que visitarão o interior do Brasil. A apresentação de ‘Forasteiros’, espetáculo do projeto “Viagem ao Improviso”, acontece no sábado, 26 de julho, às 17h, em Luís Eduardo Magalhães (BA), na Praça Gerson Hoffman, no Bairro Mimoso e, no domingo, 27 de julho, às 17h, em São Desidério (BA), na Praça Abelardo Alencar.   Na sequência o espetáculo será apresentado em cidades dos estados de Minas Gerais, São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul.  Até o final do projeto, o espetáculo terá circulado por 23 cidades do país, totalizando 15 mil km. As apresentações acontecem sempre em praças públicas e são gratuitas.
A ideia dos patrocinadores é promover a descentralização da arte, ampliando o acesso à cultura, fora do circuito das grandes cidades e na zona rural, em vinte e três municípios de oito estados. A estimativa é que até o final do projeto, cerca 25 mil espectadores sejam beneficiados. Através da Lei de Incentivo à Cultura (LIC), o espetáculo teatral “Forasteiros”, conta a história de um pequeno bando que chega de ônibus em uma cidade desconhecida. Cada personagem traz consigo lembranças de sua cidade natal, a considerar Campbell, um homem totalmente sem memórias. Os forasteiros servem-se de elementos dados pelo público para compor essas recordações e, consequentemente, as de todo o bando, definindo elos existentes entre o grupo e a comunidade.
Para a diretora do espetáculo, Rhena de Faria: “a resposta do público será a prova de que o espetáculo realmente é improvisado. E isso será mágico aos olhos de todos!”. A história tem quatro cenas, com temas sugeridos pela plateia, cada uma com um jogo interativo diferente. A montagem conta com uma belíssima trilha sonora instrumental ao vivo executada em banjo e violão, com referências da música Folk americana e da viola caipira brasileira.
Além do teatro, de classificação livre, o projeto também contará com um jogo de sustentabilidade, voltado ao público infantil. A partir de um tabuleiro, estudantes de escolas públicas serão estimulados a conhecer e pratica ações sustentáveis no meio rural.